La Varenne

inglês

Imprensa – Realeses


La Varenne apresenta o melhor da gastronomia francesa

Localizado no Pátio Batel, restaurante destaca a culinária francesa e tira proveito de alguns itens da culinária italiana em harmonioso mix de técnicas e aromas

(Curitiba, setembro de 2017) – O primor da gastronomia francesa com um toque italiano e aromas brasileiros. É esta a proposta do La Varenne, localizado no Pátio Batel (Curitiba).

O nome do restaurante foi inspirado no chef francês François Pierre de La Varenne, que revolucionou a cozinha do século XVII fazendo experimentos culinários conhecidos até hoje, tais como reduções de molhos, suflês e cocções, bem como a adição de legumes como a couve-flor e a alcachofra aos pratos.

Comandado pelos chefs Mayra Batista e Felipe Miyake, que estão no restaurante desde a sua abertura em 2014, são eles os grandes responsáveis na busca pela qualidade dos ingredientes e pela entrega de pratos saborosos e extremamente frescos.

Cardápio

No capítulo das entradas, duas opções bem francesas: steak tartare e oeuf en cocotte. Para quem gosta de salada tem três possíveis escolhas: de rúcula com queijo brie grelhado e compota fresca de morangos; de quinoa e de folhas com pera e nozes pecan. Já o carpaccio pode ser de polvo ou salmão, e ainda tem a opção do premiado do ravióli de bacalhau.

Toque italiano

As massas finas e delicadas são produzidas artesanalmente na casa. Como opção de prato principal, um dos destaques é para o tortelloni de ossobuco, numa remodelagem do clássico italiano e para o tagiolini com camarões e rúcula, com equilibrado creme de limão siciliano, ideal para quem quer algo leve e fresco. O gnocchi de mandioquinha com brócolis, camarões e jamón crocante é um dos mais pedidos pelos clientes e destaca-se pela sua harmonia de sabores. 

Três tipos de risottos também funcionam como primeiro prato. Os sabores são: aspargos com queijo brie; tomates frescos e cogumelos frescos.

Carnes e frutos do mar

No capítulo das carnes, o leque é variado. No melhor estilo francês, o clássico da casa é o Tournedos Rossini com purê de mandioquinha. O entrecôte não poderia faltar, é servido grelhado ao molho roti com fettuccine de funghi porcini. Para quem gosta de pato, o Magret de canard com purê de batatas e molho de laranja é uma boa pedida.

Dentre os premiados, está a Paleta de cordeiro assada com purê de batata cremoso. Ainda, uma opção com mignon suíno e outra com peito de frango deixam o cardápio mais completo.

Para quem gosta de frutos do mar, todos os peixes do cardápio são frescos, com exceção do bacalhau selvagem da Islândia. O cliente pode optar pelo salmão ou peixe fresco da estação, com acompanhamentos que realçam seus sabores. O grelhados do mar à provençal servido com risotto de ceboulette e raspas de limão siciliano é uma releitura do clássico francês.

Almoço executivo

De segunda a sexta-feira (exceto feriados), das 12h às 15h30, o restaurante oferece o almoço executivo com mais de quatro opções de menu, sendo um deles dedicado especialmente aos vegetarianos. Na hora de decidir o prato principal, o cliente tem treze alternativas, entre elas uma opção de carne grelhada com acompanhamentos, sendo elas frango, entrecôte ou mignon. Para uma refeição completa, sempre acompanha uma entrada e uma sobremesa. O somellier também sugere alguns vinhos que podem ser pedidos em taça.

Sobremesas

Na carta de sobremesas são dez opções no total. O petit gâteau de doce de leite com sorvete de pistache é o destaque mais premiado do La Varenne. O toque francês também está no crème brulée e no mil folhas. Este ano, duas novidades foram inseridas no cardápio: o Delices au chocolat e a Nuage de cumaru.

Carta de bebidas

A carta de vinhos do La Varenne e o serviço é de responsabilidade do criterioso sommemlier José Vinícius Chupil e é composta por 252 rótulos de 25 diferentes países. 

Os drinks também têm ótima saída na casa. Dentre os seis drinks autorais elaborados pelo bartender Vinícius Serikyaku, destaque para o La Varenne e para o Luigi, que apresenta textura diferente pela utilização de um purê artesanal e o aspecto frisante que o espumante confere ao drink frutado e refrescante.

Arquitetura

O projeto arquitetônico do restaurante é assinado pela arquiteta curitibana Fernanda Cassou e tem capacidade para 134 lugares em um espaço de 460 metros quadrados.

Premiações

Inaugurado em 2014, o restaurante já coleciona vários títulos e premiações.

2014

Prêmio Veja Comer & Beber - Restaurante Revelação

Prêmio Veja Comer & Beber - Melhor Variado/Contemporâneo

Prêmio Bom Gourmet - Melhor Entrada

2015

Prêmio Bom Gourmet - Melhor Restaurante de Curitiba

Melhor Cordeiro

Melhor Prato Principal

2016

Prêmio Bom Gourmet – Melhor Cordeiro

Prêmio Bom Gourmet – Melhor Massa

Prêmio Bom Gourmet – Melhor Sobremesa

Prêmio Top View Gastronomia – Melhor Menu Executivo

Prêmio Top View Gastronomia – Melhor franco-italiano

Prêmio Top View Gastronomia – Melhor Atendimento

2017

Prêmio Bom Gourmet – Melhor Adega

Prêmio Bom Gourmet – Chef 5 Estrelas

Prêmio Bom Gourmet – Melhor Sobremesa

Prêmio Top View Gastronomia – Melhor Francês

Prêmio Top View Gastronomia – Melhor Serviço

Serviço 
Endereço: Avenida do Batel, 1.868 – Piso L4
Reservas: (41) 3044-6600
Horário: Segunda a sábado das 12h às 15h30 / Segunda a quinta das 19h às 23h e sexta e sábado das 19h às 24h. Domingo das 12h às 17h
Pagamento: Dinheiro ou Cartões Visa, Mastercard e American Express

www.lavarenne.com.br

Instagram: @lavarenne1

Facebook: lavarenne.gastronomia

Cardápio disponível em português, inglês, francês e braille

Mais informações / agendamento de entrevistas:
IEME Comunicação – Assessoria de imprensa La Varenne
www.iemecomunicacao.com.br  (41) 3253-0553

Jornalista Tais Mainardes tais@iemecomunicacao.com.br ramal 22
Jornalista Marília Bobato marilia@iemecomunicacao.com.br ramal 18
Jornalista Jéssica Amaral jessica@iemecomunicacao.com.br ramal 23


btn reservas
X